Receba notificações e informativos em seu email X

> Açailândia, 23 de Abril de 2014

NOTÍCIAS

AÇAILÂNDIA: Projeto Resgate da Família pode servir de referência para todo o Estado do Maranhão


AÇAILÂNDIA: Projeto Resgate da Família pode servir de referência para todo o Estado do Maranhão

A Prefeitura Municipal de Açailândia, através da Secretaria de Assistência Social, transformou em realidade um sonho antigo que foi incrustado por Deus no coração da prefeita Gleide Santos, que sempre sentiu uma grande vontade de ajudar as famílias mais carentes de Açailândia. Esse sonho, chamado de PROJETO RESGATE DA FAMÍLIA se tornou realidade e atende hoje em suas sedes localizadas na Vila Ildemar, Pequiá, Novo Bacabal e Vila Capeloza, mais de 200 famílias cadastradas, totalizando mais de 1.000 refeições servidas por dia.

Além de levar a comida a essas pessoas, esse projeto tem como objetivo principal, a inclusão social das famílias em situação de vulnerabilidade social extrema, fragilidade alimentar, com dificuldades de relacionamento intrafamiliar, com necessidades de assistência médica, psicológica, jurídica e espiritual.

O Projeto mantido com recursos próprios do município funciona de 2ª a 6ª sexta feira, e conta com a parceria de todas as secretarias do governo municipal, mas é desenvolvido exclusivamente pela secretaria municipal de assistência social, através do Centro de Referência Social – CRAS, e o cadastro das famílias funcionam trimestralmente.

Durante esse período, as famílias são visitadas por uma Assistente Social que constatando que os objetivos foram alcançados e foi cumprida a proposta do Programa, um parecer técnico é emitido favorável ou não à substituição de uma família ou outra.

Em todas as unidades são desenvolvidas atividades multidisciplinares com palestras educativas em parceria com os CRAS’S, Secretarias de Saúde e Educação. Estão inclusos também cursos profissionalizantes, entretenimento para as crianças com brinquedos pedagógicos e, uma vez por semana, parque de diversão com pula-pula e piscina de bolinhas.

Através do Projeto Resgate inúmeras necessidades foram identificadas junto a essas famílias que até então se encontravam desassistidas por essas políticas públicas de uma forma tão competente cuidadosa e com tanto zelo pelo Governo Municipal.

A Equipe Multidisciplinar do Projeto Resgate identificou casos de:

 

·                    Violência contra a mulher;

·                    Abusos de crianças e adolescentes;

·                    Dependência química;

·                    Casos de hanseníases não diagnosticadas;

·                    Falta de documentação;

·                    Maus tratos a idosos e crianças;

·                    Reconhecimento de paternidade;

Todos esses casos já foram encaminhados aos órgãos competentes e aos parceiros do Programa para que as providências cabíveis sejam tomadas. E dentro deste processo, jovens já foram encaminhados aos Programas de Fortalecimento de Vínculos; as mães voltaram à sala de aula; crianças foram inseridas no Programa Bolsa Família; entre tantos outros benefícios.

 

O Projeto conta com uma equipe multiprofissional capacitada para tornar esse sonho real todos os dias.

Foram inauguradas 04 unidades do Projeto Resgate, com previsão de ampliar para o número de 06 unidades dentro dos próximos 100 dias. Os próximos locais contemplados serão: Bairro do Jacú e Plano da Serra.

Inaugurada em 08/05/2013, a unidade da Vila Ildemar atende 40 famílias cadastradas, totalizando cerca de 170 pessoas assistidas. Sob a coordenação de Jane Maria de Morais Oliveira, o local serve as refeições das 11h às 13h30min, de segunda a sexta. São oferecidos cursos de crochê, bijuterias e pinturas em tecido, que funcionam 8h às 11h.

A segunda unidade inaugurada em 23/06/2013, localizada no Pequiá, é coordenada por Sônia Bezerra. Atende 32 famílias, com o total de 168 pessoas assistidas. Segue o mesmo horário para servir as refeições das 11h às 13h30min.

A unidade de Novo Bacabal foi a terceira inaugurada na gestão de Gleide Santos, no dia 15/08/2013, e é coordenada por Joaquim Oliveira. No local, são 30 famílias cadastradas e no total, 164 pessoas assistidas. O curso oferecido é o de manicure, que funciona das 14h às 16h, e que já possui salão próprio em parceria com o CRAS.

E a unidade recentemente iniciada em 06/09/2013 foi a da Vila Capeloza, que atende 34 famílias registradas e soma146 pessoas assistidas no local. Sob a coordenação de Sandra Alves Carvalho que também é Assessora Técnica da Secretaria de Ação e Promoção Social. O local oferece os cursos de bordado com fitas, e sandálias bordadas, com funcionamento de 8h às 11h.

O projeto deu tão certo que a Prefeitura de São Luis, agora na gestão de Edivaldo Júnior (PTC), também implantará o projeto na capital.

Por isso o governo da prefeita Gleide Santos tem servido de modelo, de referência e de muitas transformações. Modelo de Dedicação. Referência em cuidar das pessoas mais carentes. Mas, sobretudo, transformadora de sonhos em realidades.